terça-feira, 2 de junho de 2009

"SUPOSTOS" - DONOS DE IGREJAS



É engraçado? Parece ser. Porém, é impressionante que existam obreiros nestas condições.
Essa figura é ilustrativa, mas, quando olhei para ela, me veio à memória este tema: "Supostos Donos de Igrejas".
Lembrei-me de quando o Apostolo João, em sua Terceira Epístola, a partir do versículo 9, fala de um destes "supostos donos de igreja". Seu nome era Diótrefes.
Este sujeito certamente causou grandes males para a Igreja naqueles dias. Por quê? Disse João: "Tenho escrito à Igreja: mas, Diótrefes, que procura ter entre eles o primado, não nos recebe"(1Jo 9).
Ele queria de todo jeito ser o primeiro, ser o dono da igreja. Buscava intensamente a primazia, querendo controlar a Igreja local de sua comunidade, sendo inteiramente insubmisso, ao seu Líder Espiritual, o apostolo João.
Subitamente, Diótrefes, se recusava relacionar-se com outros lideres. Recusava-se em receber quaisquer dos ensinadores.
A igreja pertence ao Senhor Jesus. Quando falamos "Igreja", não falamos do templo em sí, composto de quatro paredes, mas, dos servos de Deus, ovelhas do rebanho de Jesus.
Disse Jesus: "Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido". Jesus chega a chamar estes supostos donos de igrejas de "mercenário": "... o mercenário, que não é pastor, de quem não são as ovelhas ...". Observe que o Senhor Jesus declarou enfaticamente que este rebanho de ovelhas lhe pertence, porque só Jesus dá a vida pelas ovelhas (Igreja). Aleluia!
"A Igreja tem um Pastor. Um Pastor não tem Igreja"
É Deus, que desde a muito tempo, fez uma promessa, que daria ao Seu povo, pastores segundo seu coração (Jr 3.15).
Aqueles que tem a honra de ser pastor de um rebanho, deve acima de tudo agradecer a Deus por este privilégio.
O "mercenário" faz tudo por dinheiro e sem dinheiro nada faz. Não tem coragem de enfrentar os lobos que querem devorar as ovelhas.
O zelo e o cuidado de Davi pelas ovelhas do rebanho do seu pai é um exemplo eficaz a todos nós. O seu testemunho é verdadeiro:
1 - Quando se ausentava, deixava as ovelhas aos cuidados de um guarda (1Sm 17.20);
2 - Não era vaidoso. Tinha poucas ovelhas, mas era grande seu zelo por elas (1Sm 17.28);
3 - Defendia aquelas poucas ovelhas com coragem (1Sm 17.34-36).
MEDITE:
O verdadeiro Pastor conhece o "estado de suas ovelhas" (Pv 27.23).
O verdadeiro Pastor põe seu coração sobre as ovelhas (Pv 27.23).
O verdadeiro Pastor chama suas ovelhas pelo nome (Jo 10.3).
O verdadeiro Pastor vai adiante das ovelhas (Jo 10.4).
O verdadeiro Pastor é conhecido por suas ovelhas (Jo 10.4, 14).
O verdadeiro Pastor agrega mais ovelhas ao seu rebanho (Jo 10.16).
Vale a pena considerar as palavras do Apostolo Pedro:
"Apascentai o "rebanho de Deus" que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas volunatariamente; nem por torpe ganancia, mas de ânimo pronto; nem como tendo "dominio" sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho" (1Pe 5.2-3).
O rebanho é de Deus, pertence a Ele. A responsabilidade de apascentar este rebanho de Deus é daqueles que foram chamados e escolhidos para esse fim. Daqueles que foram "escolhidos" e "chamados" para pastorear devem servir de exemplo para o rebanho.
A ordem para as ovelhas é: "Lembrai-vos dos vossos "pastores", que vos falaram a palavra de Deus (alimento), a fé dos quais imitai, atentando para sua maneira de viver (exemplo) (Hb 13.7).
MEDITE: (Exodo 21.4) - Substitua a palavra "mulher" para "igreja":
"Se seu "senhor"(Deus) lhe houver dado uma "mulher" (igreja), e ela lhe houver dado filhos e filhas, a "mulher" (igreja) e seus filhos serão de seu "senhor"(Deus), e ele sairá só com seu corpo. -grifo meu-
Ninguém tem o direito de dizer: "Esta Igreja é minha". O templo ou o imóvel sim, mas a igreja que é o corpo de Cristo, não.


EDSON LUÍS LUNARDELLI
pastor